Maio Amarelo - Uma Jornada de Conscientização

Com o tempo, o hábito de dirigir se torna uma atividade trivial em nosso cotidiano e, de tão familiares com a direção, logo nos transformamos em motoristas excepcionais. De uma hora para a outra, as ruas movimentadas, que antes representavam um grande desafio, são percorridas com facilidade e destreza, e uma de nossas grandes adversárias – a baliza –, se revela facilmente dominada pela prática.

É claro que, apesar de familiarizados com o trânsito, alguns erros e más-práticas, além de passarem despercebidos por nossos olhos, tornam-se rotineiros: primeiro, o pisca é deixado de lado. Afinal, qual é a necessidade de sinalização em uma rua quase vazia mesmo?

Logo depois, o uso do cinto de segurança já não é mais fundamental. Além de incômodo, esse mecanismo é essencial somente para quem não toma cuidado e se envolve em acidentes com frequência.

À medida em que nos habituamos com estes pequenos descasos, além de incentivá-los, deixamos de refletir acerca de seus impactos na vida de outros motoristas.

Cientes dessa realidade, nós, do CFC Real, escolhemos o mês de maio – tradicionalmente conhecido por Maio Amarelo –, como o ponto inicial para que possamos conscientizar futuros condutores de que nossas ações individuais – por mais pequenas que sejam – definem o trânsito que ocupamos.

 

Mas, afinal, o que é o Maio Amarelo?

Resumidamente, o movimento “Maio Amarelo” nasce com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Isto é, o mês é adotado como um período de debate acerca de nosso impacto como condutores e também de reflexão, para que possamos encontrar novas formas de reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito através de nossas ações.

Neste momento, nos deparamos com a seguinte questão: de que forma poderíamos conscientizar, de maneira positiva, uma juventude que é constantemente impactada por imagens como essa?

 

  

 

Os primeiros passos

Para responder essa pergunta, tivemos que redescobrir nossa identidade e lembrar de tudo que nos comprometemos a propagar e construir através de nossos valores e princípios...

Conheça os princípios e valores por trás do CFC do Fusquinha.

E não demorou para que o caminho se tornasse claro: para conscientizar, deveríamos ir além. Além do choque. Além das imagens que geram horror e aflição. Além do óbvio.

Resolvemos, portanto, educar nossos futuros condutores através de estatísticas que comprovam o que sempre soubemos: juntos, somos capazes de fazer a diferença, afinal, nós somos o trânsito.

 

Confira o resultado:

https://www.facebook.com/CFCReal/videos/1015204618637599/

 

Consciência no papel

Mesmo adotando uma proposta um pouco diferente de conscientização, ainda tínhamos muito pela frente, afinal, como poderíamos incentivar bons hábitos de direção sem que soubéssemos o que a futura geração de condutores entende por respeito, consciência e, mais importante, trânsito?

Foi então que o CFC Real criou, junto a diversas escolas do município, o 1º Concurso de Redação Maio Amarelo – uma ação dedicada exclusivamente aos estudantes do 3º ano do Ensino Médio, que visa estimular a escrita, a criatividade e hábitos conscientes em relação ao trânsito.

 

 

O tema proposto para a primeira edição do concurso, “Nós Somos o Trânsito”, não só demonstrou a importância da proposta, como também viabilizou a participação de diversas escolas de Santa Cruz.

Pouco antes do término da data de inscrição para os participantes, a competição ainda ganhou um e-book, com dicas e truques para qualquer aluno que estivesse procurando por um diferencial para sua redação.

Já o grande vencedor, Elias Alpers, da Escola Santa Cruz, levou um notebook novinho para casa com sua brilhante redação, intitulada “Abre-se o Sinal da Consciência”. Confira um pequeno trecho abaixo:

 

“Nada é mais importante ou tem valor maior do que sua vida, valorize-a, preserve e tenha empatia por aquele inocente que quer atravessar a rua e chegar no leito de sua morada para que apenas as pálpebras de seus olhos se cerrem para adormecer, não fecharem-se eternamente em meio de motivos tão simplórios e deprimentes.”

 

 

Nossos mais sinceros agradecimentos vão para todas as escolas, professores e alunos que, juntos, trouxeram nosso 1º Concurso de Redação à vida através de belas e comoventes redações. Embora ainda haja muito trabalho pela frente, confiamos plenamente na capacidade de futuros condutores para a manutenção de um trânsito mais seguro, consciente e responsável. Muito obrigado! 

Centro de Formação de Condutores Real - 2020

Desenvolvido por Artistic Web e Elefante CW